O que são miomas uterinos?

Os miomas uterinos são tumores benignos que afetam o útero de mulheres, normalmente, entre a faixa etária que vai dos 30 aos 40 anos de idade. Eles são mais frequentemente diagnosticados em mulheres na idade reprodutiva e que tenham tendência genética a desenvolver o problema.
São comuns os casos de miomas uterinos assintomáticos, entretanto, a condição tem uma alta taxa de ocorrência, atingindo cerca de 15% das mulheres em todo o mundo. Nos casos em que os sintomas podem ser identificados, é comum que eles se apresentem da seguinte forma:
Ciclos menstruais irregulares;
Alterações no fluxo menstrual (aumento do fluxo);
Fortes cólicas menstruais;
Dores durante o ato sexual;
Crescimento do volume do abdome;
Anemia (devido à perda excessiva de sangue).

Devido ao desconforto gerado nos casos em que os sintomas ocorrem, a procura por um médico ginecologista é fundamental para buscar o diagnóstico adequado e, posteriormente, o tratamento.

Como é o diagnóstico dos miomas uterinos?
A ocorrência de miomas uterinos está relacionada com a presença do hormônio estrógeno identificada no organismo feminino durante o período reprodutivo da mulher. Após a menopausa é comum que os miomas desapareçam progressivamente, mesmo sem intervenção médica.
Devido não ser caracterizado como um tumor maligno, muitos ginecologistas não pedem a retirada do mioma, entretanto, apenas após os exames adequados, como exame físico, ultrassonografia pélvica ou ressonância magnética, é que o especialista poderá indicar qual a conduta ideal para o caso.

Qual o tratamento dos miomas uterinos?
O tratamento indicado para o mioma uterino irá depender da causa e do local no qual ele se encontra. É comum que o problema esteja associado a outras doenças que causam a infertilidade feminina, como endometriose e doença inflamatória pélvica, sendo que esses casos representam 15% do total. 
Em 3 a 5% dos casos, os miomas uterinos estão diretamente relacionados com a infertilidade, sendo que nesses casos, a retirada do mioma por meio cirúrgico já permite que a mulher volte a ser fértil.
Nos casos de miomas uterinos submucosos, localizados na cavidade uterina, o tratamento inclui a histeroscopia cirúrgica para a retirada do mioma. Em diagnósticos que apontem para a ocorrência de miomas intramurais a embolização do mioma, por videolaparoscopia ou miomectomia é a conduta ideal.
A paciente deve sempre procurar por um médico ginecologista ao identificar os sintomas, mas também manter os exames de rotina em dia, viabilizando um diagnóstico precoce da condição.


Comentários
10 Comentários

10 Comentários

  1. Eu tive mioma, tive que fazer uma cirurgia. Hoje tomo anticoncepcional para não menstruar. Só pausei nas duas vezes que fui engravidar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que fez o tratamento e não tem mais
      BJs

      Excluir
  2. Já ouvi falar muito, mas não tive. Acho super válido o post para que as mulheres se cuidem.

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  3. Minha irmã teve e sofreu muito de cólicas. Ótimas informações para as mamães se prevenirem e buscarem tratamentos 💋💋💋

    ResponderExcluir
  4. Post muito esclarecedor! Já ouvi várias mulheres comentarem que tem ou tiveram miomas.

    ResponderExcluir
  5. Post super completo! Minha tia teve mioma. Precisamos de informação e conhecimento. Feliz que ficou bem!

    ResponderExcluir
  6. Nunca tive mioma, mas antes de engravidar d Joshua fiz um exame de rotina e descobri que tinha um cisto do útero que se não fosse bem tratado teria dificuldades para engravidar novamente. Tratei por 3 meses e quase 1 ano depois e mais 6 meses de tentativa consegui engravidar novamente.

    ResponderExcluir
  7. Conheço muita gente que tem mioma e que tem essas características citadas acima. O post está bem dinâmico e completo parabéns!!


    Nossasaogemeos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o post, conheço algumas mulheres que já tiveram, é sempre bom estar atenda.

    Beijos😘

    ResponderExcluir
  9. Conheço algumas mulheres que já tiveram e passaram por procedimento cirúrgico! Importante o alerta... obrigada por compartilhar!!! 😘

    ResponderExcluir