Hoje com acesso fácil a muitas informações, qualquer cuidado é pouco quando se trata dos nossos filhos.

criança tecnologia
Imagem retirada do Google
Hoje trago aqui para outra mães blogueiras para conversar sobre o desafio de como é lidar com as informações que não são apropriadas para  não chegarem até os nossos filhos.
Quando nossos filhos são pequenos pequenos é bem mais fácil de lidar, pois conseguimos ter um controle maior a tudo que eles tem acesso, muitas vezes na TV estão assistindo Dvds´s ou canais de desenho, mais conforme vão crescendo interesses novos vão surgindo, canais de desenho, ou só de desenhos não são tão mais atrativos, e hoje em dia a tecnologia faz parte cada vez mais cedo parte da vida deles, seja por diversão ou para ajudar no ensino, ai que nós pais entramos, devemos está sempre atento ao que assistem, sites que acessam, para que possamos não digo evitar mais filtrar o que chega a eles, e no meu ponto de vista sempre ter espaço para diálogo entre pais e filhos é muito importante.

Raquel - Eu dona de casa

Educar os filhos é sempre um desafio, independente da fase. A Luisa hoje tem 3 anos. Adora ver desenhos animados na TV e adora ver vídeos no Smartphone, na TV fica mais fácil controlar o que ela assiste. Já no celular, quando dou na mão dela, fico sempre por perto, porque por incrível que pareça, ela sabe escolher e mudar os vídeos no Youtube. Fico de olho para que algo impróprio chegue à ela 'sem querer'. 
Independente disso, sempre converso com ela sobre as coisas. Tento orientar sobre o que pode e o que não pode. Ela tem discernimento para entender certas coisas e me conta quando ela acha que algo não está certo. 
Sei que não posso manter minha filha numa redoma de vidro. Sei que na era da internet, tudo pode chegar à ela sem que eu saiba, mas é importante ir orientando desde já, sem cobranças.

‘Eu, dona de casa!(?)’ – EDC – está no ar desde 2010. Desde então, vem tratando de assuntos do cotidiano relacionados ao universo feminino: dicas para donas de casa, maternidade, atividades domésticas, culinária, cultura… tudo na visão de uma mulher comum igual a você.'

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Daniela Zanatto - Mamãe Aprendiz

Tenho dois filhos de 4 e 2 anos. Pela idade, ainda consigo filtrar bem o que eles assistem, folheiam e ouvem dentro de minha casa. Entretanto, fora de casa, eles acabam tendo acesso ao que não gostaríamos.
Estamos no mundo, e precisamos nos preparar para ele. Um mundo de desenhos que incitam violência, de novelas e músicas que incitam a sexualidade e muitas vezes a agressividade. De materiais que podem ir contra nossos valores.
Nossa parte, além de tentar ao máximo evitar que tenham acesso ao que não é próprio para a idade deles, também é mostrar o que é certo e o que é errado. O que acreditamos e seguimos e o que não concordamos.
Percebo muitos pais que deixam para a escola e catequese essa formação do certo e errado. As crianças crescem ao sabor do vento. Nós pais temos que nos pronunciar, arregaçar as mangas, conversar, entender o mundo deles e estar com eles, tirando dúvidas e fazendo com que nossos valores ecoem.   

Mamãe Aprendiz é uma blog para mamães de primeira viagem, com dicas para mamães, gestantes e tentantes, buscando facilitar nossa vida!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Alê Nunes, mãe e blogueira do Da Fertilidade à Maternidade


"Educar, hoje em dia, é uma tarefa árdua para os pais, pois além de toda a informação que temos acesso, e 'opiniões' sobre o assunto, as crianças também estão expostas cada vez mais precocemente a tecnologia e todo o tipo de informação. Bom, não que eu tenha uma larga experiência, minha filha tem 6 anos, mas eu penso que o melhor caminho é o exemplo e a conversa, mostrar para a criança o certo e o errado e, com isso, espero que futuramente ela própria consiga discernir e tomar as melhores decisões.


Da Fertilidade à Maternidade é um blog criado por uma mãe que enfrentou dificuldades para engravidar e hoje busca ajudar outras mulheres, compartilhando experiências e o que aprendeu como treinante, grávida e mãe."

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gisele Cirolini - SouMãe.org

Minha filha ainda é novinha, tem apenas 1 ano e meio, então é muito mais fácil controlar o que ela vê. Ela não vê muita tv, vê pouco por dia e apenas desenhos. 
Acho que quanto maior a criança mais difícil deve ser de controlar, a criança vai querer ver TV, filmes, jogos, navegar na internet e você não tem como impedir isso, faz parte da vida de todo mundo. 
O problema é por exemplo o que aparece nos intervalos de um filme ou de um jogo em um canal que não é especifico para criança... ou quando ela for fazer uma simples pesquisa no Google para um trabalho de escola e aparecer um monte de coisa que não devia.
Realmente é difícil, mas acho que o importante é os pais terem liberdade de conversar com seus filhos, para as crianças saberem que quando acontecer alguma coisa ela podem contar para seus pais o que houve, ou fazer perguntas sobre diversos assuntos.
É preciso criar uma relação de confiança entre pais e filhos.

SouMãe.org - muitas dicas de decoração de festas infantis, quartos, chá de bebê, dicas para mães e gestante!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Verônica Pataro - Pipocas em Aquarela


Eu acredito que antigamente as coisas eram um pouco mais fáceis, me lembro que os programas de TV destinados aos adultos começavam depois das 23:00 horas, hoje a novela das 20 horas possuem cenas que podem causar constrangimento a toda a família. Dependendo da idade da criança, o melhor na minha opinião é evitar esse tipo de programa, mas a partir do momento em que ela possa entender sobre o assunto, o melhor é a conversa mesmo, franca e sem ocultar nada, para que não gere dúvidas. Acredito que a melhor fonte de informação nesse caso deve vir da família, ou seja dos pais.


Pipocas em Aquarela a maternidade com mais cor e tranquilidade!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Flavia Moura - Mãe do Pacotinho de 12 anos, Sr. Cabeça de bolinha de 7 anos e 
Dona Miúda (a galega) de 4 anos. - Blog Ah Manhê!

Materiais impróprios para crianças sempre houve. Se a gente for falar de novela então, eu pergunto quando não foi impróprio? Quando pequena era louca por Dancin’ Days, de Gilberto Braga e ali se falava de topless, amor livre, sexo antes do casamento, entre outras coisas. Como qualquer criança nascida nos anos 1970 assistia e entendia muita coisa, outras não. Crianças entendem nas entrelinhas. O que havia naquela época e que não existe hoje é a sutileza e inteligência nos roteiros, que hoje parece ter se perdido. Casal gay em novelas por exemplo, sempre houve, só que hoje, pede-se o beijo na trama. Videoclipes com apelo sexual era algo que não tinha, hoje em dia, qualquer estrelinha teen pop faz o twerk, mostra bundas de todos os tamanhos e apela para o sexo independente do que seja o contexto musical.
Na minha casa encontrei uma solução. Passam noticiários, desenhos e filmes todos os dias. Dos clipes a gente não consegue fugir, embora tenhamos reduzido a quantidade, pois somos amantes da música. O que era todos os dias passou a parcos finais de semana. Existe um controle no computador, só que isso não os imuniza da violência. Eles assistem animes, mas não se deixam contaminar pelas lutas. Ficam mais debatendo o que viram, do que aplicando um no outro. O que não dá pra se esquivar é das perguntas. Respondemos tudo sobre qualquer assunto. Desde a menor até o mais velho, embora a gente sinta um desconforto, tem horas que tem de ser franco. Então, como os pais não lhes negam informação, por mais que a TV deturpe certos conceitos, estamos ali para pôr os pingos nos is e assim vamos vivendo.

Ah Manhê! Um blog sobre filhos da mãeCrônicas sobre maternidade, filhos, educação, comportamento e lazer, reunidos numa ótica bem humorada.


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Priscila Casimiro - Mãe Sem Frescura

Hoje em dia educar os filhos já não é algo tão fácil, ainda com uma gama enorme de produtos impróprios para criança. Você acha que o negócio é bom, mas nem sequer foi avaliado pelo órgão responsável e quando é avaliado, passa no teste, mas alguns meses depois é reprovado por uma série de erros no produto. Considero também que hoje somos muitos mais exigentes e temos mais informações do que no passado, e talvez por este motivo que muitas coisas que antes eram próprias se tornaram impróprias. O importante é avaliar item a item e sempre se certificar da procedência do produto antes de entregá-lo a seu filho.

Mãe Sem Frescura tem a proposta de ajudar mães de primeira viagem que tem como objetivo educar os filhos de forma moderna e sem frescura, trazendo dicas de maternidade, casamento, brincadeiras, passeios, educação, alimentação e muito mais. Mostrando como é possível ser uma mãe que nunca abdicou de nada por ter um filho, e sim, fez adaptações para que a vida materna tenha a mesma leveza do sorriso de seu(sua) filho(a). 
Confira e faça parte do blog Mãe Sem Frescura.

Beijos Mi Gobbato !!!


Comentários
7 Comentários

7 Comentários

  1. Adorei o post. O tema vem de encontro com uma realidade cada vez mais presente nas nossas vidas! Independente da idade dos filhos, é nossa obrigação orientar e o diálogo é o melhor caminho para isso.
    bjos
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bom a gente conhecer blogs e pessoas diferentes com muito em comum. Bjs e tem novidades no Poesia depois passa lá

    ResponderExcluir
  3. Muito legal essa ideia de pegar várias pessoas e falarem sobre um mesmo assunto. ADOREI.
    Realmente é um assunto bem complicado. Com esse mundo que está lá fora, o que pudermos privar nossos filhos, será benéfico para eles!!!
    BJKS

    ResponderExcluir
  4. Tema muito bom, que hoje é a realidade, adorei. bjos

    ResponderExcluir
  5. O desafios são grandes
    em meio ao mundo em que vivemos
    cada etapa temos que ir ensinando
    e orientando
    nossos filhos
    sempre
    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mi.

    Adorei o post, participar e ouvir a opinião de outras mães.

    Bjs, Pri
    Mãe Sem Frescura
    www.maesemfrescura.net

    ResponderExcluir
  7. Amei essa reunião de mães e suas experiências
    O mundo la fora é que prejudica nossos filhos
    Infelizmente eles acham que é o certo muitas vezes
    Bjus
    Segredosdaluma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir