Quando a vontade de ter alguma coisa fala mais alto?

Por aqui ainda nunca havia acontecido por aqui, de o Gui encasquetar com alguma coisa, ele sempre vê as propagandas dos brinquedos e comenta que achou legal, que qualquer dia queria ter, mais de uns ele acaba esquecendo, de outros ele lembra quando acaba vendo na loja, mas nada de ter muita ênfase.
furby bomMas de umas duas semanas para cá ele só tem falado no Furby Boom, e o mais engraçado que um tempo atrás a prima dele ganhou o primeiro modelo que foi lançado e na época gostou, brincou, mas nem ligou muito e agora ele fala que quer por que quer o brinquedo.
Já conversamos com ele, falando que o brinquedo é um valor muito alto e que com o mesmo valor podíamos fazer outras coisas, comprar outros brinquedos que em nossa opinião seria mais interessante, tanto que a prima dele brincou um pouco (acho que nem 1 mês) e encostou o brinquedo, porque ele não tem botão de liga/desliga, a criança tem que cuidar dele, dando comida, brincando, fazendo carinho, colocando para dormir (essa é a única hora que o bicho não está falando, mas qualquer barulho mais alto ele acorda).
Mesmo tendo mil e um motivos para fazê-lo mudar de ideia ainda não conseguimos, (não queremos dar NÃO SÓ pelo valor que é R$400,00, ou porque somos "pais ruins" e não queremos fazer a vontade dele, mas porque sabemos que logo ele vai enjoar como aconteceu com a prima dele, mas confesso que é de apertar o coração porque ele nunca ficou assim por nada, quando digo NADA é NADA MESMO), e como a prima não estava mais brincando a madrinha teve a ideia de emprestar para ele ficar um tempo para vê se ele realmente quer (acreditem ele está juntando cada moeda que encontra para comprar), e ele está om o bicho desde domingo (26/10) na hora do almoço e não tem desgrudado dele, na casa da vó que ele adora ficar jogando futebol com o vô ou brincando de lutinha ele nem quis saber de nada.
Nos dois primeiros dias ele acordou cedo (Segunda 6:30 e na Terça 8:20) para ir brincar.
Eu e o papai já conversamos que se realmente ele não mudar de ideia, vamos completar o que falta do valor (praticamente metade) e vamos dá para ele, pois está de cortar o coração essa vontade dele, se está certo ou não, se vamos nos arrepender depois não sei, a única coisa que sei que a felicidade dele esses dias com o brinquedo e falando "quando eu tiver o meu" é tão grande que fez com que ficarmos mais flexível.
O Gui passou a semana brincando com o Furby, mas depois acabou deixando de lado falando que quer só brincar com o dele pois esse é rosa (cansei de dizer que não tem problema nenhum em ser rosa que podia brincar, ai as vezes ele pega mas reforça que quer o dele que é o corinthiano rs).
Ele pensou em escrever a cartinha para o Papai Noel (sim ele já está querendo escrever) para pedir, mas disse que vai pedir outra coisa e que o Furby Boom ele vai comprar com o dinheiro dele. Já se passaram 12 dias e ainda ele não desistiu do brinquedo, e to achando que não vai desistir ...


furbyboom

E ai com vocês já aconteceu alguma coisa parecida? 
Como foi lidado com a situação?

Beijos Mi Gobbato !!!


Comentários
5 Comentários

5 Comentários

  1. Por aqui é amesma coisa, hoje com meu salário aqui reduzido, explico que certas coisas não dá para comprar, ainda assim é difícil entender, as a gente precisa ir podando bjs e tem novidades no blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conversar e explicar é a melhor opção né, eles tem que entender também que não podem ter tudo.
      BJs

      Excluir
  2. Aqui Liam ainda não encasquetou com nada em específico, ele encasqueta com tudo hahahahaha digo isso por que ele não tem noção ainda, para ele tudo é público, quando ele entra em uma loja fica doido nos carros e quer levar, mas não incentivo o consumismo exagerado e sempre digo que outro dia e ele na maioria das vezes entende, mas não me pedir mesmo, falar quer isso e aquilo sabe?

    Então, uma dica...fala que ele vai ganhar de Natal, por que ficar um mês ou mais pedindo um brinquedo para deixar de lado é quase impossível né? Por que eu sei que corta o coração, mas assim voces terão mais certeza ainda, por que se ele vai pedir outra coisa pro papai noel talvez ele mude o foco muito rápido! :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meriene, o Gui sabe que não é sempre que pode ganhar as coisas, tanto que ele sempre que vamos a loja de brinquedo ele só olha e não me pede nada, as vezes fala que achou legal, que no aniversário, ou papai noel ou dia das crianças ele vai querer tal brinquedo, falamos para ele que o papai noel traria, mas mesmo assim ele disse que quer comprar com o dinheiro dele por isso está juntando.

      Bjs

      Excluir
  3. Aqui não tivemos nenhum momento assim, mais adorei a ideia dele juntar uma parte do dinheiro e vocês completarem, embora se fosse aqui eu deixaria minha filha juntar todo o valor, mesmo que para isso eu tivesse que "pagar" por suas boas ações, tipo: se recolher o lixo ganha moedas, manter o quarto arrumado ... e fazer disso uma recompensa eterna, não apenas para quando ele quiser um brinquedo novo!

    Beijos,
    Te espero no blog Mamãe de Salto

    ResponderExcluir