Bate Papo com a Dra Ana Escobar !!!

Dra Ana Escobar

No último dia 05/03 na libraria Cultura a Dra Ana Escobar e jornalista Patricia Carvalho (editora chefe do program Bem Estar), convidou mães e famílias para um bate papo sobre "A importância dos primeiros 1000 dias de vida em tempos de Zika Vírus ".
  • O que são os primeiros 1000 dias?
    Esses dias se referem ao período desde a concepção até os 2 anos de idade.
GESTAÇÃO = 270 DIAS              1º ANO = 365 DIAS               2º ANO = 365 DIAS
  • O que acontece?
    Os primeiros 100 dias de vida caracterizam-se por um período de crescimento e desenvolvimento do organismo. Nesse período o corpo e os órgãos crescem, enquanto o cérebro e os sistemas digestivos e imunológico se desenvolvem. Portanto, tudo que cerca a criança nesse período é fundamental para a sua saúde no futuro.
  • Gestação: Nutrientes importantes para a mãe e para o bebê
    A mãe deve fazer o pré-natal e ter uma alimentação equilibrada e saudável para formar as reservas apropriadas do organismo em preparação para o aleitamento e suprindo o organismo com nutrientes especificos:
    • Ácido Fólico: Para formação do cérebro;
    • Vitamina D e Cálcio: Para a saúde dos ossos;
    • Ômega 3 e DHA: Para o desenvilvimento cerebral e visual;
    • Ferro: Para prevenir a anemia.
  • Aleitamento: o melhor para a mãe e o bebêO aleitamento materno é o meio natural pelo qual os recém-nascidos são alimentados, portanto, ele é indiscutivelmente o mais importante e o melhor alimento para o inicio da vida.
  • Alimentação Complementar: Desenvolvendo Hábitos Alimentares Saudáveis
    A introdução da comida sólida é necessária para atender as crescentes necessidades nutricionais das crianças a partir dos 6 meses, além do leite materno, é necessária a introdução de outros alimentos com novos sabores, cores, aromas e texturas, visando:
    • Desenvolver hábitos alimentares saudáveis;
    • Aprimorar a coordenação motora;
    • Estimular o aprendizado de alimentar-se sozinho;
    • Fortalecer os vínculos familiares (a aproximidade, carinho e atenção favorecem o desenvolvimento da criança e facilita sua capacidade de aprendizado).
  • A criança e a transição para alimentação da família
    As necessidades energéticas e nutricionais de uma criança e de um adulto são bastantes diferentes. Além do estomago da criança ser 5 vezes menor comparado ao de um adulto, ela necessita de várias vezes mais nutrientes por quilo de poso corporal. Por esta razão, a cada porção consumida, a alimentação da criança precisa ter mais nutrientes do que de um adulto.
  • Necessidade por quilo de peso corporal quando comparada a um adulto:
    • 5,5 vezes mais ferro;
    • 4 vezes mais cálcio;
    • 3 vezes mais ômega 3 e DHA (gordura de boa qualidade);
    • 7 vezes mais Vitamina D.
  • O que acontece com a crianças?
    Os primeiros 2 anos de vida representam um marcante período no desenvolvimento da criança, uma vez que ela:
    • Cresce mais do que 50% a sua altura;
    • Aumenta 4x o seu peso corporal;
    • Seu cérebro ganha 1 grama por 1 dia.
Sobre o Zika Vírus a Dra Ana, falou quem puder esperar para engravidar espere, pois muitas coisas ainda estão em estudo, e a vacina ainda deve demorar no mínimo 1 ano, mais como ela disse quando bate aquela vontade e tem o relógio biológico nã tem quem segure né, e para as que já estão gestante, todo cuidado é pouco, usar repelente e fazer as reaplicações, usar roupas claras (assim conseguimos enxergar o mosquito) que protegem braços e pernas, colocar telas de proteção nas janelas em casa, ela ainda explicou que no semêm o vírus pode ficar alojado por meses (ainda não se sabe o porque de durar tanto tempo se no sangue permanece de 5 a 7 dias), por isso as mulheres que estão grávidas devem usar camisinha. Por falar em repelentes, a pediatra explicou que a Citronela e Complexo B NÃO são eficazes contra o Aedes (transmissor do Zica) e a Icaridina, até o momento, é a única substância 100% comprovada para afastar o mosquito, IR3535 e o DEET são indicados o uso a partir de 6 meses, antes disso a prevenção deve ser feita de forma manual (Telas nas janelas, protetor de berço e no carrinho).
Uma dúvida que muitas mães que estavam lá tiveram era "E as crianças já nascidas? Qual o risco ao contrair o Zika?" Segundo Dra Ana, a microcefalia só atinge o cérebro em formação, ou seja, enquanto o bebê está no útero. Ela ressaltou ainda sobre os problemas neurológicos, mais que podem ocorrer não apenas no caso do Zika mas também com outras doenças, é a Guillain Barré, uma síndrome paralisante rara, os adultos podem ter com mais frequência que as crianças. O sinal de alerta é sentir formigamento cerca de 10 dias após contrair o vírus. É uma síndrome reversível, mas demora. E mesmo que a pessoa já esteja com o vírus deve continuar usando o repelente para evitar a transmissão para outras pessoas ao seu redor.
Ela ainda relembrou que que os casos de Microcefalia acontece nos três primeiros meses da gestação, aonde o cérebro está em desenvolvimento , e uma coisa ainda em estudo é que nem toda mãe que tenha contraído o vírus do Zica  terá um bebê com microcefalia, e também ainda não há registros de transmissão feito através do aleitamento materno.
Para finalizar, o assunto sobre o Zika Vírus que estava rondando na mídia, é que se o pernilongo comum é também transmissor da doença, a Dra Ana informou que foi realizada uma primeira etapa de uma experiência em coelhos infectados e colocaram amostras de pernilongos, ao picarem estes coelhos, os pernilongos adquiriram o vírus, a segunda etapa vai evidenciar se estes pernilongos são capazes de transmitirem o vírus em coelhos saudáveis, por isso ainda não é possível afirmar que pernilongos comuns transmitem a doença. Estão dependendo de estudos mais conclusivos para estas constatações.
Dra Ana Escobar

Além do falar sobre os primeiros 1000 dias de vida, sobre o Zika Virus, a Dra Ana Escobar finalizou o bate papo relembrando que vínculo afetivo com a criança nos primeiros anos de vida e a importância dos estímulos no desenvolvimento das habilidades cognitivas e motoras como: olho no olho, dar o peito ou a mamadeira, cantar, contar histórias, brincar, estimular cada etapa (lembrando que estimulo é bom mais excesso não é bom), tudo isso fará diferença na vida futura da criança.

No site da Dra Ana Escobar existe um boletim sobre o Zika Vírus.

Dra Ana Escobar
Blogueiras Reunidas para o Bate Papo

Dra Ana Escobar


O texto ficou um pouco extenso, mais espero que ela possa trazer informações e esclarecer algumas duvidas que todos nós temos quando o assunto é Zika e Microcefalia.

Beijos Mi Gobbato !!! 


Comentários
17 Comentários

17 Comentários

  1. Tem muito esclarecedor. Todo cuidado é pouco. Temos que estar conscientes de que o mosquito pode estar em qualquer lugar e termis que ser vigilantes para não deixar água parada em lugar algum. Se cada um fizer sua parte vamos conseguir vencer o mosquito

    ResponderExcluir
  2. Texto muito bom e esclarecedor. Vamos fazer a nossa parte e não deixar água parada, principalmente em dias de chuva, como hj.

    ResponderExcluir
  3. Isso aí. Se cada um fizer um pouquinho que seja, estaremos fazendo muito 😘

    ResponderExcluir
  4. Informações muito esclarecedoras que vai ajudar muito, temos que parar a Zika virus, vamos fazer a nossa parte para que não se multiplique ainda mais, ótimo texto a Dr. Ana Escobar ´espetacular, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto e esclarecedor! Adorei a palestra e encontrar pessoalmente você! Bj

    ResponderExcluir
  6. Muita informação boa nesse post!
    Eu queria ter ido ao evento mas não consegui...
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir
  7. Os primeiros 1.000 dias são muito importante, sempre li sobre
    e só me trouxe riqueza esse post, sobre a Zika acredito assim também
    que o melhor é esperar um pouco, até saber direito do que se trata,
    como deve agir, e qual a solução
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, informação de qualidade é muito importante, ainda mais nestes tempos de Zika.
    bjs,
    Alê

    ResponderExcluir
  9. Adorei a palestra e conhecer você! Parabéns pelo post riquíssimo em informações!

    ResponderExcluir
  10. Adorei, muito importante essas informações, principalmente nesse momento que estamos vivendo com tantos casos de zika. Já ouvi de outros médicos que o melhor é esperar para engravidar também! ;)

    ResponderExcluir
  11. A palestra foi joia. E o texto está bem claro!

    ResponderExcluir
  12. Ótimo texto Mi!
    Precisamos divulgar mesmo!

    ResponderExcluir
  13. Informacao é sempre bem vinda! Vamos fazer a nossa parte!

    ResponderExcluir
  14. Os primeiros 1000 dias dizem muito sobre o adulto que seremos! Parabéns pelo texto! Adorei!

    ResponderExcluir
  15. Texto ótimo Mi! Quanto mais falarmos sobre a Zika melhor!
    Blog maternidade sem frescura

    ResponderExcluir
  16. Ótimo texto Mi. Quanto mas falarmos vai ser melhor.
    Informações sempre são muito bem vindas.

    Bjs

    Mari
    vamosmamaes.blogspot. com.br

    ResponderExcluir