O médico me disse no dia 19/08 que não demoraria muito para o nascimento ele só não me disse que seria muito rápido.
Na madrugada do dia 20 entrei em trabalho de parto e depois de umas 2 horas (isso já era 5:00 da manhã) em casa meu marido acordou e me perguntou se eu estava bem, pois estava me mexendo muito, levantando toda hora para ir ao banheiro, e eu disse "Acho que não, acho que entrei em trabalho de parto".
Nos arrumamos, pegamos as coisas e fomos para o hospital Pro Matre, já que não conseguia falar com o médico. Chegando próximo ao hospital consegui falar com o médio e expliquei o que estava acontecendo, e ele me mandou ir o mais rápido para o hospital, pois o Gui já iria nascer.
Chegando lá começamos a fazer os exames para vê o batimento cardíaco dele, dilatação. Durante os exames a enfermeira me deu um susto disse que havia um problema, na hora gelei né, e ela disse que não havia quarto para me internar, nem no Santa Joana, nem no Santa Catarina que eram os mais próximos. Resumindo sai de lá e fui até o São Luiz do Anália Franco para o Gui nascer.
Graças a Deus chegamos bem, e a tempo dele nascer lá e não no carro.


Comentários
0 Comentários

Deixe um comentário